Início da vida adulta

0
78

Confesso que, durante a adolescência, não via a hora de chegas aos 18 anos. Até que, chegou 2018, e tudo mudou. O que era apenas escola, casa e lazer virou compromissos, desafios e viver. Não que ser adulto seja ruim, mas podia ter uma pequena preparação ou adaptação para não deixar os iniciantes apavorados.

Nesta noite, eu tive um sonho não muito longo, mas que deu para se retirar várias mensagens e conclusões. Contei tudo à minha psicóloga, acho que ela sentiu que estou de olhos abertos, pois além de viver a rotina, eu fico analisando cada situação e sinal que se passa, por isso que em toda sessão ela me diz uma coisa que ainda não consigo exercer: “Leve e viva a vida com mais leveza”.

Sendo voluntária (quase uma estagiária) em uma comunidade católica, Fui prestando mais atenção nas mensagens de Deus. As ações, reflexões, conclusões e decisões que temos em nossa vida, devem ser elaboradas com mais calma, pois a pressão causa um desequilíbrio no cérebro, e somente depois do acontecido nos damos conta de nossa escolha.

Duas coisas que já vi serem confundidas uma com a outra é você desabafar com alguém e você levar para esse alguém o que aconteceu com você. Uma coisa é você recorrer a alguém conhecido para pedir ajuda, opinião ou desabafar o que está em seu coração. Outra coisa é você reagir com alguém algum sentimento que outra pessoa te causou, levar estresse do ambiente de trabalho ou de outra convivência para outro lugar, ou até 

Eu tento ao máximo me controlar. Pessoas que convivem frequentemente comigo dizem que já melhorei bastante, acredito nelas e fico orgulhosa com isso. Porém existem momentos que parece que fico inconsciente, pois acabo me deparando com uma situação difícil e no momento não se sabe o que fazer. Com isso o passo a seguir é dado fazendo o que vier primeiramente na cabeça, sem análise ou de qualquer jeito, causando alguma consequência inesperada que futuramente gerará mágoas ou arrependimentos.

Então aprendi que as coisas devem ser feitas com mais calma e também sei que precisamos ter mais confiança em nós mesmos além de correr riscos. Porém, pela mente acelerada e ansiosa que tenho, eu ficava e às vezes fico ainda com medo de tomar decisões sozinha. 

Então, vemos que a vida adulta não é fácil, para ninguém. Quanto mais se quer fugir ou facilitar algo, mais desafios e problemas ocorrem. Entretanto, para nós, iniciantes desta nova rotina, conseguiremos alcançar nossos sonhos, se enfrentarmos e aceitarmos o que vier de situação, condição e vivência. É só irmos com calma e fazer e esperar as coisa na hora certa. E não se esqueça de se divertir um pouco, pois se sua alma não estiver bem, sua mente também não vai estar.

Beijos a todos!

 

Faça um comentário