Ervas que substituem o paracetamol e o ibuprofeno

0
26

O acesso a medicamentos está muito facilitado nos dias de hoje. Pagando pouco, podemos comprar remédios para baixar a febre e aliviar dores, dentre eles estão o paracetamol (analgésico) e o ibuprofeno (anti-inflamatório). O problema é que a facilidade de acesso também acaba causando dependência, sem contar que esses sintomas são naturais do processo de cura do nosso organismo – a febre, por exemplo, é uma reação positiva do sistema imunológico lutando contra micro-organismos causadores de enfermidades.

Outro problema é que o inofensivo ibuprofeno, na verdade, não é tão inofensivo assim, podendo aumentar em 31% o risco de parada cardíaca. Quanto mais você puder evitar a medicação exagerada, principalmente em se tratando de anti-inflamatórios, melhor para sua saúde.

Algumas ervas podem substituir o paracetamol e o ibuprofeno no alívio de dores. Mas é sempre bom lembrar: se persistirem os sintomas, um médico deve ser consultado.

Pimenta

O princípio curativo da pimenta é a capsaicina, uma resina oleosa que funciona como um ótimo analgésico, inibindo a liberação do principal neurotransmissor de estímulos de dor, bloqueando-a. A pimenta aumenta a liberação de endorfinas e também é eficaz na redução de níveis de lipídio no sangue. Além de ajudar a manter equilibrados os níveis de açúcar, auxilia também na recuperação e reconstituição de tecidos danificados, melhora as funções estomacais e intestinais e ajuda na prevenção de câncer. Pode ser utilizada para perda de peso e para aliviar a dor de neuropatias diabéticas, da osteoartrite e psoríase.

Gengibre

gengibre tem efeitos anti-inflamatórios superiores ao ibuprofeno, é também um antibiótico natural. Controla náusea e vômito, dor de cabeça, enxaqueca e o sistema digestivo. Alivia dores de artrite, osteoporose e muscular, e estimula o sistema imunológico. Ajuda em processos de desintoxicação alimentar, alivia os sintomas de inflamação, combate doenças arteriais coronarianas, protege o cólon contra lesões cancerosas e também evita a formação de úlceras estomacais.

Salgueiro-branco

A casca do salgueiro-branco tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, antipiréticas, anticoagulantes, calmantes, adstringentes e desintoxicantes. É usada normalmente para alívio de dores de cabeça (junto com a unha-de-gato e anis-estrelado, suavizando seu sabor amargo), de dores musculares, reumáticas, menstruais, ciáticas e de fibromialgia. Tem um efeito semelhante à aspirina em casos de febre e não causa rejeição estomacal. É também um sedativo natural, pois seu chá dá sono. Também pode ser utilizado para tratar verrugas, calos, feridas, queimaduras, infecções de pele, inflamações na garganta e infecções bucais.

Cúrcuma

cúrcuma possui propriedades antioxidantes, antiartríticas, antivirais, anti-tumorais, anti-inflamatórias, antifúngicas e antibacterianas, podendo combater diversas doenças como Alzheimer, diabetes, artrites, e alergias.

Unha-de-gato

unha-de-gato é um descongestionante, bactericida, antimutagênico e citostático útil nos tratamentos de tumores cancerígenos. É também um anti-inflamatório eficaz para tecidos e terminações nervosas. É um desintoxicante renal e intestinal, é um bom remédio para diverticulites, colites, hemorroidas, fístulas, gastrites, úlceras, parasitoses, desequilíbrios da flora intestinal e doença de Crohn. Inibe a coagulação e estimula o sistema imunológico, além de aliviar alergias químicas e de polem, bronquites e asma.

Porém preste atenção, as unhas-de-gato medicinais são de duas espécies: Uncaria tumentosa e Uncaria guianensis, não confunda com a planta ornamental Ficus pumila, que também se chama unha-de-gato, pois é tóxica.

Boswellia

Essa planta pode ser utilizada como anti-inflamatório em casos de artrite reumatoide, doença de Crohn, asma, alergias, inchaço das articulações, rigidez matinal nos idosos, inibição de células cancerosas e colite ulcerativa.

Faça um comentário