Dicas para pedalar mesmo com chuva

0
46

Se você quer usar a bicicleta não só como lazer, mas como meio de transporte, é preciso ficar atento a algumas dicas. Mas e se, depois de tomar todos os cuidados necessários, cai aquela chuva forte bem na hora em que você está saindo?

Ela pode te atrapalhar, mas se você quer adotar esse método de transporte, é preciso encará-la e ver como minimizar problemas. Confira dez dicas de como pedalar na chuva:

1. Aceitar

O primeiro passo para preferir a bicicleta mesmo em dias de chuva é aceitar que o fenômeno acontece de forma natural e é essencial para a vida em nosso planeta. Se você perceber que a chuva é passageira, aguarde alguns minutos embaixo de um local coberto (por isso, é importante fazer e calcular o trajeto, caso você planeje ir ao trabalho de bike, por exemplo – assim você não se esquece de contar com imprevistos); se a chuva for duradoura, você precisará encará-la.

2. Capa de chuva

Adquira uma capa de chuva resistente. Evite roupas comuns a motoqueiros, pois elas contribuirão para forte transpiração. Use capa de chuva do tipo poncho, que cobre seu tronco, a cabeça e uma parte das pernas. Você pode encontrá-la em lojas de artigos esportivos.

3. Lacre tudo

Dentro do bagageiro, recubra tudo com material impermeável. Certifique-se de que ele está bem vedado para que a chuva não estrague nada.

4. Instale para-lamas

A água da chuva, a lama e o barro podem te sujar bastante se você estiver pedalando em um terreno molhado. É essencial instalar para-lamas nas rodas da sua bike. Se for necessário, leve sua bicicleta em uma bicicletaria para que o acessório mais adequado para seja adquirido.

5. Use luvas

O acessório é indispensável, pois faz parte do equipamento de proteção. Elas protegem contra quedas e irritações na pele. Em dias de chuva, as luvas garantem sua segurança ao evitar que as mãos escorreguem no guidão. Tenha sempre duas opções de luvas: para clima frio (luva fechada para proteger sua mão do frio) e para clima quente (luva com a parte dos dedos abertas para melhorar a ventilação).

6. Pés secos sempre

As sacolinhas de plástico estão bem popularizadas como a grande “gambiarra” para evitar que os pés de quem está em cima de uma moto se molhem. Mas há problema com relação ao material. O mais recomendável é utilizar botas específicas ou o acessório overshoes (sapato de neopreme e impermeável) que também protege seus pés.

7. Leve uma roupa extra

Mesmo que você se proteja totalmente, sempre há uma chance de alguma partezinha se molhar. Por isso, leve uma opção de roupa a mais porque você poderá precisar.

8. A transpiração

Como a capa de chuva incentiva sua transpiração, faça mais paradas, hidrate-se mais e pedale mais devagar.

9. Troque-se

Ao chegar ao trabalho ou ao seu destino, troque sua roupa molhada. Como “vovó já dizia”, a roupa molhada pode fazer mal a sua saúde e te deixar doente.

10. Trajeto

Tome muito cuidado e vá devagar. A chuva pode causar enchentes e, com isso, buracos e outros tipos de obstáculos podem prejudicar seu caminho. Na dúvida não vá! Além disso, o óleo descartado por motos, ônibus, carros e outros ao entrar em contato com o asfalto e a água, podem tornar as vias escorregadias, tornando-se um perigo a mais para ciclistas e motociclistas.

Fonte: ECycle

Faça um comentário