Crônica: A bagunça dos alunos

0
115

Pense em um bairro qualquer, onde há casas, comércios e escolas. Onde tudo é normal. Mas como dizem, o que muda o mundo são as pessoas. E esse é um grande problema existente em minha escola.

Cada um tem seu lado, seu tipo de agir, todos sabem disso, mas não são todos respeitam, seja dentro ou fora da sala de aula.

Como todos os dias, chego à carteira, pego meu material e espero meu professor. Após a explicação, fico “na minha”, dando uma lida na matéria e fazendo o exercício. O problema é a atitude das pessoas em minha volta, o pessoal, principalmente do fundo – sendo a maioria meninos – além de bagunçarem na hora da explicação, ficam falando o tempo todo. Na aula de matemática, só conseguimos entender porque o professor é sério, assim “bota moral” na sala.

Conversar é normal, eu também converso  – quando tem nada para fazer, ou quando termino de fazer o que foi comandado -, mas e na hora da aula? Gente, temos 14 anos “nas costas” e ainda não aprenderam as regras?! Às vezes fico nervosa (“por dentro”) só de ver essas situações, mas fico calma comigo, pois quem ficará “ferrado” depois, serão eles.

Não adianta só com ocorrências, não adianta muito menos repetir o ano. Maioria deles só querem se divertir, estão nem aí pra escola.

Eu vou indo, cuidando do meu estudo – e lógico, ajudar minhas amigas – pois sei que, já que não faço o errado, vou me dar bem na vida.

Faça um comentário