Creme de leite fresco, em lata e de caixinha: entenda as diferenças e quando usar cada um

0
4
Foto: Divulgação

Uma xícara de leite, três ovos, uma lata de creme de leite… “Ops, não tenho creme de leite em lata, mas tenho em caixinha. Será que posso usar?”

Quem nunca passou por uma situação como essa, não é mesmo? Embora o creme de leite em lata e em caixinha sejam bem parecidos (eles nem precisam ficar na geladeira!), saiba que esses produtos são diferentes.

E, é claro, o creme de leite fresco também tem características próprias e, dependendo da finalidade, não pode ser substituído por outra versão.

Pois é, talvez seja exatamente por isso que aquela sua receita desandou: uma troca indevida do tipo de creme de leite, porque você pensava que todos eles eram iguais. Para evitar pudins meio molengas e molhos talhados, descubra agora para que serve cada versão desse ingrediente.

Creme de leite fresco
Vendido em potes ou em garrafinhas, o creme de leite fresco também é chamado de “nata” em algumas regiões do Brasil, principalmente nos estados do sul.

Diferente do creme de leite vendido em latas ou em caixinhas, esse produto precisa ser armazenado em temperaturas baixas, por isso ele costuma ficar nos refrigeradores do mercado, perto dos potes de requeijão e outros queijos cremosos.

O creme de leite fresco tem cerca de 35% de gordura – o teor mais elevado entre os diferentes tipos desse produto. Como vantagem, ele pode ser levado ao fogo até a fervura, pois não vai talhar.

Esta também é a base para fazer o verdadeiro chantilly, ou seja, creme de leite batido com açúcar até adquirir uma consistência mais espessa. Caso você opte por fazer chantilly na sua casa, é preciso cuidar para não passar do ponto e deixar o creme de leite espessar até virar manteiga.

Creme de leite em lata
Esta versão do creme leite tem menos gordura que o creme de leite fresco, com o teor ficando entre 20% a 25%.

Como o creme de leite em lata vem com o soro separado, ele é ideal para receitas que pedem o creme sem o soro, pois você conseguirá descartá-lo sem muitos problemas. Por outro lado, se a receita não falar nada sobre separar o creme do soro, você deve misturar o conteúdo da lata com uma colher antes de utilizá-lo.

Creme de leite em caixinha
O creme de leite em caixinha tem o menor teor de gordura entre as versões, variando entre 17% a 20% conforme a marca.

Quando está na caixinha, o creme de leite já vem misturado com o soro e é impossível separá-los. Dessa forma, se a receita pedir o creme sem o soro, você não deve usar esse produto.

Além de ser excelente para o preparo de pudins, caldas, ganaches e sobremesas, a versão em caixinha é ideal para receitas que precisam ser fervidas, pois ele não talha com o calor. Na verdade, o que faz esse creme de leite talhar é a acidez de ingredientes como vinho ou molho de tomate.

Fácil, não é mesmo? Daqui por diante, você poderá utilizar sempre a versão mais apropriada para as suas receitas.

Fonte: Dicas de Mulher

Faça um comentário