Coca-Cola é uma droga?

0
505

Descrição
Coca é uma planta da família Erythroxylaceae, seu nome científico é Erythroxylum coca. Nativa da Bolívia e do Peru, tem porte arbustivo e pode ficar frondosa, suas flores são amarelo-alvacentas, pequenas e aromáticas, solitárias ou reunidas em cimeiras, os frutos drupáceos oblongos, vermelhos, e cujas folhas possuem 14 alcalóides, e dentre eles a cocaína.

Componentes
O extrato de coca possui diversos compostos orgânicos e inorgânicos, como na maioria da plantas. Há proteínas, vitaminas, carboidratos, gorduras, fibras, cálcio, fósforo e ferro, entre outros oligoelementos. As propriedades analgésicas da coca foram descobertas pelos incas e até hoje as suas folhas são comumente mascadas na região dos Andes. Os efeitos do alcalóide (cocaína) podem aplacar a fome e a fadiga.

Refrigerantes
Alguns refrigerantes, como Coca-Cola, utilizam extrato de espécies do mesmo gênero Erytroxylum, com menores teores de cocaína, e outros imitavam sua composição. Porém, tais refrigerantes passaram a ser produzidos de “noz-de-cola” e não possuem cocaína em sua formulação. Daí o nome mais famoso: Coca-Cola.

A confusão sobre o conteúdo do refrigerante Coca-Cola, e até mesmo sobre sua formulação, deve-se ao fato de ter sido este o refrigerante precursor do uso da cocaína como medicamento antiemético, isto é, contra enjoo, náuseas e vômito. No início, Coca-Cola era “remédio”, continha traços da droga e seu uso era indicado sempre após as refeições. O farmacêutico John Pemberton, inventor de Coca-Cola, logo mudou o extrato do “remédio”, visto o sucesso nas vendas, que se mantém até hoje.

Ou seja, a Coca-Cola tem um pouco da folha, mas não é exatamente uma droga.

Faça um comentário