Água de cozimento pode ser reaproveitada de várias formas. Veja dicas.

0
5

Após cozinhar algum alimento, o destino mais comum da água utilizada é o ralo. Isso gera desperdício, já que ela poderia ser reutilizada em outras circunstâncias.

Não cozinhe com muita água

Em primeiro lugar, é importante saber que existe várias vitaminas e minerais que são solúveis em água. Portanto, é preciso tomar cuidado para minimizar a perda desses nutrientes durante o processo de cozimento. Cozinhar toda a comida com uma grande quantidade de água pode acabar com a riqueza de nutrientes de certos alimentos.

Reaproveitamento da água

Quando há o cozimento de verduras e legumes na água, ocorre a perda de boa parte das vitaminas e nutrientes – algumas chegam a reduzir suas propriedades à metade. Uma dica para aproveitar melhor o que fica retido na água é usá-la para cozinhar outros alimentos. Cozinhe o arroz e o feijão com a água que utilizou nos legumes, por exemplo.

Se você não estiver preparando outro alimento, uma dica boa é usar a água para regar plantas, exatamente por causa do enriquecimento de vitaminas e sais minerais. O mesmo pode ser feito no caso da fervura de alguns ovos – a água utilizada fica enriquecida com cálcio. Só tome o cuidado de não jogar a água fervente direto nas plantas.

Segundo a nutricionista Jéssica Pandolfi, apesar dos benefícios, a beterraba, a soja e principalmente o espinafre possuem alto teor de oxalato, um antinutriente que dificulta na absorção dos minerais ferro, cálcio e zinco. Ele não faz bem ao organismo e, em excesso, pode dar cálculos renais, ou as famosas “pedras nos rins”. Portanto, após cozinhar esses alimentos, não reaproveite a água.

Evitar perda de nutrientes

Para não deixar que os nutrientes dos seus alimentos se percam, as dicas são: cozinhe-os com a casca, já que ela os preserva; para fritar carnes, faça-o em fogo bem alto, pois o calor intenso bloqueia a perda de nutrientes; na hora que for aquecer os vegetais e legumes, que contém as vitaminas C e do complexo B, não permita que o processo se estenda por um período muito longo – a exposição excessiva a altas temperaturas ocasiona perda de vitaminas e minerais, que são termossensíveis. Uma dica da nutricionista cozinhar os alimentos no vapor.

Faça um comentário